Concentracionices

Guilherme Matos
2 min readJul 8, 2021

Eu sou a carne
A carne que me diz ser carne
e nada mais do que carne
A carne que me consumiu e me defenestrou
E na cela onde vivo eu sou a carne dos dias que
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ [duram para sempre

Eu sou a carne do meu vizinho
encantada e temperada pelo ócio e as batidas
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀ [do martelo
A carne que me entrega eu à sou
e serei a carne que o alimenta

Eu sou a carne do sacrifício
e pela carne que une o mundo
eu serei rendido no altar dos esquecidos
Não saberão de mim a diferença entre o homem
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ [e a carne que envolve o homem

Eu sou a carne que marcha
E entre saudações e desfiles haverão trens que
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ [os embarcam para o fim
Cargas de quilos de carne para o
açougue de pontas e arestas. não posso sentar

Eu sou a carne da noite e da neblina
E vermes me amam quando me sentem
⠀ao sentir o fim da minha carne
Sabendo ler, interpretam nos números de minha chegada
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀os mesmos de minha saída

Eu sou a carne que concentra e que concentrou
A carne que limpa, é saudável
Que trabalha, é livre
A carne que cabe apenas à carne
A carne que teme um piolho mais do que
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ [matar a carne

Eu sou a carnificina
A carne da sina
A carne que fascina
eu sou a sua carne que você esqueceu
Mas a memória não esquece
⠀⠀⠀⠀pois foi gravada em carne

Eu sou a carne do seu rosto
eu procuro pelos seus olhos
eu acuso pelos seus lábios
eu rasgo pelos seus dentes
Eu concentro
e pela sua carne você será concentrado
Não me esqueça! E não pare de me vigiar!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mas há uma carne que eu não sou
Não sou a carne do pão que se doou pelo mundo
Não sou a carne castigada por amar no mundo
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀[mais do que sua carne
Não sou a carne que ensinou que a carne passa e
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀[a alma transcende

Eu sou a carne que quer viver além da carne
Sou a carne que voltará ao pó

Eu sou somente a carne nas cinzas que voam
e por todas elas sou a carne que as queimou.
Salva-me.

Guilherme Matos

--

--

Guilherme Matos

A verdade o libertará. Mas não antes de acabar com você. — Graça Infinita, David Foster Wallace